Ronco e
Apneia

O RONCO é um sinal, um alerta, que as vias aéreas estão estreitas durante o sono. Quando o ar passa por estas vias aéreas estreitas causa vibração dos tecidos da garganta (palato mole e úvula) gerando o barulho que chamamos de ronco. Durante o ronco, o ar passa com dificuldade, porém sem interrupções. O Ronco é um problema sério que deve ser sempre avaliado,nunca roncar é normal. O ronco pode estar alertando para a existência de uma doença chamada Apneia do Sono.

A APNEIA é o fechamento repetitivo da passagem do ar pela garganta durante o sono.
A APNEIA Obstrutiva do Sono ocorre quando a obstrução (fechamento) das vias aéreas causa interrupções na passagem do oxigênio que podem durar de 15 a 45 segundos.

Ronco

O ronco é um sinal, um alerta, que as vias aéreas estão estreitas durante o sono. Quando o ar passa por estas vias aéreas estreitas causa vibração dos tecidos da garganta (palato mole e úvula) gerando o barulho que chamamos de ronco. Durante o ronco, o ar passa com dificuldade, porém sem interrupções. O Ronco é um problema sério que deve ser sempre avaliado,nunca roncar é normal. O ronco pode estar alertando para a existência de uma doença chamada Apneia do Sono.

Apneia

A apneia obstrutiva do sono ocorre quando a obstrução (fechamento) das vias aéreas causa interrupções na passagem do oxigênio.

Quanto maior o grau de obstrução (fechamento) das vias aéreas, maior a probabilidade de desenvolver a Apneia do Sono. O grau de obstrução das vias aéreas superiores esta frequentemente relacionado à obesidade,hipertensão, hipotonicidade (flacidez) da musculatura,hipertrofia(aumento) de tonsilas e úvula, uso de relaxantes musculares, sedentarismo, álcool, drogas, envelhecimento, respiração bucal, decúbito dorsal (dormir de barriga para cima), retrognatia (queixo para trás) e macroglossia (língua volumosa).

As interrupções na respiração podem levar à conseqüências como hipertensão arterial, hipersonolência diurna, infarto do miocárdio, AVC (acidente vascular cerebral) e outras doenças. A apneia do sono é uma doença séria mas que possui tratamento!!!

Sintomas e consequências:

  • Ronco alto e frequente
  • Dificuldade de manter o sono
  • Sonolência e cansaço diurno
  • Acidentes com veículos
  • Dificuldade de concentração
  • Comprometimento da memória
  • Perda de produtividade
  • Diminuição da libido e impotência sexual

Doenças associadas:

  • Hipertensão arterial sistêmica - 30 a 83% dos hipertensos têm apneia do sono
  • Doença arterial coronária - 30% dos pacientes com doença arterial coronariana têm apneia do sono
  • Insuficiência cardíaca - 76% dos pacientes com insuficiência cardíaca têm apneia do sono
  • Fibrilação atrial - 49% dos pacientes com fibrilação atrial têm apneia do sono
  • Acidente vascular cerebral (AVC) 65% dos pacientes que tiveram AVC têm apneia do sono
  • Diabetes - 48% dos diabéticos têm apneia do sono
  • Síndrome do ovário policístico - Mulheres com SOP tem 30 vezes mais risco que a população normal de desenvolver apneia do sono

Diagnósticos e Tratamentos

O diagnóstico para Ronco e/ou Apneia do Sono é realizado após consulta médica,odontológica e exames complementares, como polissonografia e Biologix.

Somente o exame de polissonografia pode determinar a presença e o grau de severidade da Apneia Obstrutiva do Sono.

Este exame é realizado em um laboratório do sono geralmente dentro de clínicas,hospitais e institutos do sono.

O paciente passa a noite em um ambiente semelhante ao de um hotel e é monitorado através de sensores. É um exame simples, eficaz e muito benéfico ao paciente. Além disso todos os convênios brasileiros pagam por este exame.

Não fique na dúvida! procure um profissional habilitado! Após um bom diagnóstico terá um excelente tratamento!



Os tratamentos são indicados de acordo com a presença e o Grau da Apneia Obstrutiva do Sono.

  • Grau leve: de 5 a 15 eventos de apneia por hora
  • Grau moderado: de 15 a 30 eventos de apneia por hora
  • Grau Severo:mais de 30 eventos por hora

Falando em distúrbios respiratórios do Sono, na ausência de apneia, podemos também diagnosticar roncopatia primária (RONCO) e também Síndrome da resistência das vias aéreas superiores(SRVAS).

Tipos de tratamentos:

  • Cirurgias
  • CPAP (pressão positiva de ar continuo)-usado para casos severos
  • Aparelhos Intra-Orais
Aparelhos Intra-Orais: São indicados para casos leves e moderados de apneia, para pacientes com síndromes da resistência da vias aéreas superiores e com muita eficiência para os pacientes que somente roncam. Os pacientes com apneias severas que não se adaptarem ao CPAP podem usá-lo como alternativa de tratamento.

Ao lado alguns modelos de aparelhos mais usados no Brasil e no mundo.

Os aparelhos intra-orais para Ronco e Apneia são usados somente durante o sono e reposicionam sua mandíbula (queixo) deixando mais espaço para o ar passar, diminuindo sua apneia e seu ronco.

Tipos de aparelhos intra orais:

  • Pequeno
  • Confortável
  • Fácil Adaptação
  • Reduz seu Ronco



Tire suas dúvidas sem compromisso